Diario libertario de lugo e galaxia

9N- Votando nom decidimos nada!

TODO ESTADO NOS NEGA A DECISOM, NENHUM TRIBUNAL NOS IMPORÁ SUA VONTADE

É por isso que desobedecemos a proibiçom da consulta realizada polo tribunal constitucional graças aos recursos do governo espanhol.

NENHUM PARLAMENTO É A VOZ DO POVO

É por isso que nom reconhecemos os políticos cataláns que mantêm um sistema social injusto a serviço dos mercados e em que nossa participaçom se baseia em ser votantes passivos.

O estado e o capitalismo som o contrário da capacidade de tomar decisons das pessoas. É por isso que nos negamos que a Catalunha seja um novo Estado. É por isso que non queremos que o capitalismo siga implantado nesta terra.

Queremos umha terra livre onde possamos decidir em comunidade e sem hierarquias como organizamos a sociedade, sem a necessidade de especialistas da política. É por isso que nom queremos nenhum estado, já que a política está nas ruas, nos bairros, nos povoados e nas pessoas, queremos umha sociedade onde todo mundo possa decidir sobre sua vida em todos os seus aspectos: educaçom; saúde; trabalho; nossos corpos, etc. É por isso que nos opomos tanto aos que defendem o Estado espanhol, como aos que querem criar um Estado catalám.

Queremos autogestionar os recursos de nossas terras para que a terra pertença a todos e nom a uma minoria proprietária. É por isso queapostamos na coletivizaçom dos recursos, é por isso que nossos inimigos som tanto a burguesia espanhola como a catalã, porque os que defendem um sistema baseado na exploraçom de umha maioria sob umha minoria nom podem ser ao mesmo tempo os fiadores de nosso direito de decidir. Porque os interesses da burguesia catalã nom podem ser os mesmos que os das classes populares.

Nós apostamos em um empoderamento coletivo dos oprimidos, de todos aqueles que sentem em suas peles os cortes e a crise capitalista.Apostamos na luta de classes para conseguir nossa libertaçom social e desta maneira podermos ser um povo livre em todos os seus aspectos.

Queremos acabar com o espólio da natureza que nos oferece o capitalismo e por isso queremos um modelo econômico que nom seja baseado no desenvolvimento destrutivo nem no turismo. É por isso que queremos um sistema econômico que nom veja a terra como dinheiro, é por isso que somos anticapitalistas.

Queremos recuperar a Catalunha proletária e anarquista, aquela que luitou com todos os meios para conseguir um novo mundo sem explorados nem exploradores, aquela que se levantou em 1909 contra a política do estado, a que conseguiu a jornada de 8 horas, aquela que respondia com greves selvagens e contundência aos ataques dos patrons, a que parou o golpe fascista e fez a revoluçom coletivizando os recursos e implantando um novo modelo político baseado na autogestom e no apoio mútuo. É por isso que rechaçamos o projeto dumha Catalunha burguesa independente, somos as classes populares que mediante a auto-organizaçom sem lideranças, as que têm que tomar a iniciativa da ruptura com a Espanha e em seu caminho fazer frente a seus exploradores, sejam espanhóis ou catalães.

NOM HÁ INDEPENDÊNCIA PARA AS CLASSES POPULARES SEM REVOLUÇOM SOCIAL!

QUEREMOS DECIDIR SOBRE NOSSAS VIDAS. VIVA A AUTOGESTOM E VIVA A ANARQUIA!

Açom Libertária de Sants. Outubro de 2014