Diario libertario de lugo e galaxia

[EUA] Mumia é hospitalizado novamente

15/05/2015
22:06

[A seguir, comunicado de Noelle Hanrahan, da Prison Radio (prisonradio.org), divulgado nesta quarta-feira, 13 de maio, enviado pela A.N.A.]

Estimadxs:

Uma enfermeira da prisão SCI Mahanoy falou por telefone com a esposa de Mumia, Wadiya Jamal, ontem à noite (12 de maio), às 20h50, e disse que Mumia tinha sido transferido de volta para o hospital fora da prisão. A hospitalização é muito preocupante. Foi relatado que ele tinha febre e feridas abertas em suas pernas. Seu advogado Brete Grote visitou-o na sexta-feira e disse que estava alerta, que Mumia tinha dor nos joelhos e nas pernas.

Estaremos buscando mais informações durante o dia de hoje. Sabemos que as condições no hospital são horríveis. Ele vai estar acorrentado à cama novamente. É possível que as autoridades proíbam arbitrariamente as visitas como fizeram da última vez que ele esteve no hospital. Embora sua família e advogados estivessem na sala de espera a poucos passos da sua cama, não foram dadas quaisquer informações durante 24 horas e não permitiram nenhuma visita para Mumia.

Está claro que até o momento não há nenhum diagnóstico das condições crônicas de Mumia, tampouco tratamento adequado. Na segunda-feira realizaram uma biópsia da pele e Mumia ficou na enfermaria da prisão até que ele foi transferido para o hospital.

Agora, o advogado Bob Boyle se juntou à equipe legal de Mumia com Bret Grote do Centro de Direito Abolicionista (Abolitionist Law Center). Mumia tem falado com o seu médico mesmo na prisão, os telefonemas duram apenas 15 minutos e nem sempre ele tem acesso à sala onde fica o telefone. No hospital onde ele está agora, não há telefone. Mumia tinha recebido informações de uma equipe de médicos especialistas sobre os exames e medicamentos que recebeu. Em sua situação não pode obter essa informação…

A coisa mais importante neste momento é obter um diagnóstico.

Mumia ainda está muito doente. A cada passo a pressão da opinião pública tem sido muito importante e ainda é. Por favor, sigam telefonando e enviando e-mails ou faxes. As demandas: (1) Que eles façam exames de diagnóstico; (2) Que o médico de Mumia possa se comunicar livremente e regularmente com os médicos na enfermaria da prisão que tratam dele; (3) Que Mumia tenha contato regular com o seu médico; (4) Que permitam uma avaliação de um médico escolhido por Mumia. E, finalmente, como muitos disseram, já é hora de libertar Mumia da prisão.

Noelle Hanrahan

Quarta-feira, 13 de maio de 2015, Filadélfia, Pensilvânia

 

Fonte: https://abordaxe.wordpress.com/2015/05/15/eua-mumia-e-hospitalizado-nova...

Sección: